Get Adobe Flash player

O caminho evolutivo da humanidade está indissoluvelmente unido as Hierarquias que regem os estelares e os signos do Zodíaco. Max Heindel escreveu em “Mensagens das Estrelas” e no “Conceito Rosacruz do Cosmos”, que estas Hierarquias determinaram diferentes graus de controle da evolução humana, assim como do reino animal e vegetal; e que guiam a evolução da vida e da forma nos outros reinos também. Enquanto o Sol (regente de Capricórnio) passa através do signo de Capricórnio, de 22 de Dezembro a 21 de Janeiro, agiremos bem em estudar os Ensinamentos da Sabedoria Ocidental, no que se refere às diferentes fases a manifestação, relacionadas com estes símbolos espirituais. Cada estelar é o corpo de uma entidade que se manifesta por meio de raios de energia que compenetram todo o espaço. O signo de Capricórnio está relacionado com as Hostes Arcangélicas e o Sol com o Cristo. Os Arcanjos operam mediante corpos compostos da substância do Mundo do Desejo, porém, seus poderes chegam a muitos mundos que se acham acima e abaixo deste nosso mundo. O Senhor da Terra é conhecido pelo nome composto de Jesus-Cristo. Os Arcanjos atuam como Espírito de Raça, sobre a Terra e tem influência no ser humano, através do Corpo de Desejos e também são Espíritos Grupos dos animais e guiam a evolução da onda de vida animal. À medida que a Terra gira em torno do Sol converte-se em um ponto focal dos raios solares, em combinação com cada signo do Zodíaco, e estas Hierarquias estimulam atividades espirituais na Terra. Todo fenômeno da Natureza tem um especial propósito espiritual que nos ensina que o grande ciclo da precessão dos Equinócios, que equivale a um período de 25868 anos, marca a evolução e a queda das raças, nações e suas religiões. Durante o transito precessional do Sol, através de um signo, que dura aproximadamente 2156 anos, realiza-se um trabalho especial com uma nação ou grupo de nações, como pudemos constatar nas guerras mundiais I e II, que são os resultados da separatividade nacional entre as nações, porque durante a precessão, através do signo de Peixes, o resultado será a unidade. O transito anual do Sol, através dos signos, marca as mudanças das estações e dos processos vitais em todas as formas viventes, no entanto, o impulso espiritual incorporado neste acontecimento está sempre se dirigindo para despertar o gênio adormecido de um espírito individualizado. Durante o período que antecedeu a era Cristã, o Espírito Santo teve a seu cargo, a evolução humana e os Arcanjos e os Anjos, também estiveram sob seu domínio, trabalhando principalmente sobre o aspecto emocional da alma humana; por isso foram estabelecidas a beleza e a diversidade dos tipos nacionais. O patriotismo foi a suprema expressão do Amor e da Devoção. O patriotismo e os aspectos nacionais da religião cegaram o indivíduo com respeito à realidade de um só Deus com muitos nomes. Com o advento da era Cristã, os Arcanjos e os Anjos prestaram obediência à Cristo, e o Espírito de Cristo de converteu no espírito interno da Terra. Agora, todas as Hierarquias trabalham com Cristo para ajudar a humanidade a converter patriotismo em Fraternidade Universal. A cada ano, ao nascer o raio do Cristo na Terra, é dado um novo impulso de vida a toda criatura vivente. O egoísmo, a cobiça e o materialismo devem ceder lugar a pensamentos e ações elevados como resposta ao chamado do princípio de Cristo, nos trazendo melhores condições na Terra. O processo de redenção segue adiante, e mesmo lentamente a humanidade está sendo redimida cada vez mais pelo poderoso raio de Amor de Cristo, mesmo a todos que queiram o separativismo. É nosso o privilégio de apressar esse processo, por meio do serviço ativo amoroso e desinteressado aos demais. (Publicado na Revista Rosacruz – abril/61)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar