Get Adobe Flash player

À medida que os anos passam, os movimentos altruístas vão se multiplicando e ganhando eficiência que simboliza um novo modo de beneficiar o próximo. Isto consiste num altruísmo mais autêntico, visto que o trabalho efetuado no sentido de se distribuir esmolas, pura e simplesmente, torna-se um meio caritativo degradante e humilhante àquele que a recebe o donativo, pois a natureza do benefício confina-se somente à necessidade material, tornando-se mister que haja uma atitude concomitante visando à elevação do ser. Esta maneira de auxílio, mais aperfeiçoada, eleva àqueles a quem ajudamos, não só amenizando a situação em que se encontram, mas estimulando-os ao reerguimento por meio das próprias forças. Esse auxílio inclui o pensamento e o auto-sacrifício que são, gradualmente, incutidos em nós pelos Guardiões Invisíveis, os quais são atualmente os Irmãos que zelam pelos mais fracos. Podemos perfeitamente iniciar tal trabalho no lar, sendo amorosos para com todos aqueles com quem estamos em contato imediato, sendo fiéis nas pequenas coisas; pois procedendo assim maiores oportunidades não deixarão de se apresentar. Devemos nos tornar universais em nossas simpatias, pois o refrão “ame o vosso vizinho como a ti mesmo” aplica-se ao mundo inteiro e não unicamente aos nossos vizinhos imediatos. Podemos amar outras famílias bem como a nossa, amar outros países sem diminuirmos o amor para com o nosso. Grandes são as dores que estão fazendo nascer o altruísmo em milhões de corações, e o sofrimento exerce papel importante para que este sentimento cresça e se torne melhor do que antes. À medida que o tempo passa Cristo, por meio do seu beneficente influxo, atrai mais Éter interplanetário à Terra. Esta ficará com o seu Corpo Vital bem mais luminoso. Assim acontecendo, caminharemos num mar de luz, o que fará com que Ele sendo a Luz venha a unir-se com outras luzes. Para que o ser humano atinja um elevado estágio em sua evolução, é mister que o egoísmo seja absorvido pelo altruísmo. Foi Saturno brandindo o chicote da necessidade sobre o ser humano nos tempos primitivos, que o levou a situação presente; assim também Júpiter, o estelar do altruísmo, está destinado a ascendê-lo ao estado de super-homem, onde permanecerá sob o Raio de Urano que, por sua natureza emocional, substituirá a paixão pela compaixão. O altruísmo, a nota chave de Urano, oculta um amor envolvente tal como o Salvador sentiu. Urano como a oitava superior de Vênus, influenciará a todos aqueles que estão em condições de entrar no Caminho da preparação que conduzirá à Iniciação. Assim, todos os seres que estão nesse ponto de sua evolução deverão, gradualmente, aprender a suplantar o Amor Venusiano, iniciando o cultivo do amor Uraniano de Cristo, amor que não requer retribuição, amor que não se amainará em relação aos nossos familiares, porém estes senti-lo-ão com maior intensidade do que aqueles que se encontram mais distantes de nós. A vida superior não apresenta seus primeiros indícios até que o trabalho sobre o Corpo Vital seja iniciado. O meio que potencializa tal atividade é o amor, ou melhor, o altruísmo, embora o conceito empregado de amor nos dias atuais não exprima mais, com fidelidade, aquele sentimento que o Cristo nos legou. Exige-se, portanto, um cultivo de tendências altruísticas, a fim de que o progresso seja levado a efeito para além do presente estágio. Como estudantes do Cristianismo Esotérico, devemos nos esforçar no sentido de observar os ensinamentos de Cristo, procurando expressar e vivificar tenazmente o Amor e o Altruísmo. Assim procedendo estaremos mostrando ao próximo que o amor é a chave que abre todas as portas, é a bússola segura e infalível a conduzir-nos à Luz. Se compreendermos que nosso dever é difundir a Filosofia Rosacruz, saibamos também como fazê-lo. A ação com objetivo de proselitismo ou perturbar as crenças já existentes não se coaduna com o ideal rosacruz, mas, chegar àqueles que necessitam de verdades mais elevadas; àqueles que não podem encontrar Cristo pela Fé somente; àqueles cujo intelecto exige uma explicação do passado, do presente e do futuro desenvolvimento do mundo e do ser humano, isto sim é procurar dar expansão ao rosacrucianismo através de meios seguros e louváveis. Concluindo: Assim que o ser humano principia a viver em consonância com a Verdade, começa a observar a sociedade, vendo os homens e mulheres como sendo seus irmãos e irmãs. O ódio, a inveja, o ciúme, o egoísmo, a cobiça, a avareza não mais o embotam, porque ele vê a si mesmo como uma parte de todas as vidas. Sabe perfeitamente que aquilo que é bom para um é bom para todos, que nunca poderá ferir a alguém sem que fira a si próprio, e que sua vida é um entrelaçar inexorável com toda a humanidade. Portanto o seu coração é levado inevitavelmente ao amor impessoal, o amor para com todos os homens e mulheres. Vê a possibilidade da consciência espiritual de cada ser desenvolvida; compreende que todos estão a trilhar o mesmo caminho, embora ele esteja um pouco mais além, que nenhuma vida pode ser deixada para trás quando os benéficos propósitos de Deus se completam. Sua compreensão já não lhe permite desprezar ou condenar alguém, mas sim, expressar compaixão, simpatia e ajuda. O ser espiritual não só compreende a sua união com Deus, como jamais esquece sua unidade com todo o gênero humano. Isso é o altruísmo no mais elevado sentido. (Revista: Serviço Rosacruz – 03 e 04/67)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar