Get Adobe Flash player

Ultimamente, nossa atenção vem sendo despertada para a frequência com que se apresentam os casos de morte por ataques cardíacos, sendo comuns os casos de enfarte do miocárdio. Isto nos levou a meditar sobre o porquê deste fato e nossa meditação nos levou a seguinte conclusão. Desde que o ser humano começou a fazer história, tem-se empenhado em constantes lutas. Luta pela supremacia, pela conquista do poder, pela conquista do ouro. Enquanto estas lutas externas vêm atraindo a atenção da humanidade, os indivíduos não se apercebem de outra luta que vem se travando no interior de seu próprio corpo. O propósito da construção do corpo do ser humano é suprir com um instrumento por meio do qual ele possa tornar-se um criador, aprendendo, por seu uso, a dominar as coisas terrestres. O ser humano tem sido feito a imagem de Deus, deve também tornar-se semelhante à divindade pela aquisição da sabedoria. É preciso que ele se torne o “senhor” do seu instrumento (o corpo físico) antes de poder realmente retirar dele os maiores benefícios. Aprendemos no Conceito Rosacruz do Cosmos que: “o sangue é o veículo do Ego” e que o coração é um dois órgãos do corpo pelos quais todo o sangue passa durante um ciclo. Neste particular, o coração é a “fortaleza” do corpo e, a fim de que o ser humano se torne o senhor do seu corpo, deve aprender a arte de controlar a circulação do sangue. O coração é um músculo involuntário, mas, estão desenvolvendo as fibras cruzadas, características dos músculos voluntários, a fim de habitar o Ego a controlar a circulação. E isto está se fazendo muito depressa atualmente. Pelo movimento precessional do Sol, estamos entrando em órbita com Aquário e isto está ocasionando perturbações nos éteres que circundam a terra; eles estão se tornando mais densos. A entrada em órbita com Aquário vem provocando no ser humano uma necessidade premente de desenvolvimento para poder sobreviver nas novas condições. Esta nova época que se aproxima será uma época etérica e por isso estamos desejosos de nos elevar nos ares, há grande ânsia de dominar o espaço. Mas se lermos a história dos Atlantes, verificaremos que eles necessitaram de novos órgãos para se elevarem sobre as condições de névoa-ígnea da atmosfera do seu tempo. Verificamos mais que muitos deles não estavam habilitados a suportar as novas condições da atmosfera e por isso perderam suas vidas. Atualmente mudanças radicais estão se operando novamente na atmosfera e muitas pessoas não podem responder a essas mudanças, e o coração é o órgão que urge desenvolver. Pelo fato de não poderem responder a estas mudanças etéricas, o resultado é que muitas pessoas estão morrendo de ataques cardíacos. Maravilhosas mudanças estão se operando no corpo e na mente do ser humano. O coração vem sendo sobrecarregado com os sofrimentos, as privações e as mágoas. Todavia esta sobrecarga está produzindo aquilo que os ocultistas previram; as fibras cruzadas, características dos músculos voluntários, estão se desenvolvendo rapidamente no coração que está se tornando em um músculo voluntário. Mas da mesma forma que entre as Atlantes muitos não estavam devidamente capacitados para seguir com as novas condições atmosféricas por não terem desenvolvido os pulmões, assim também hoje em dia encontramos seres humanos que não podem responder às mudanças etéricas que estão se processando, por não estarem procurando desenvolver o coração. (Extraído da Revista Rosacruz – Fev/61)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar