Get Adobe Flash player

O que significa vender tudo o que temos e seguir?

            E, pondo-se a caminho, correu para ele um homem, o qual se ajoelhou diante dele, e lhe perguntou: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? E Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom senão um, que é Deus. Tu sabes os mandamentos: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; não defraudarás alguém; honra a teu pai e a tua mãe. Porém, respondendo, lhe disse: Mestre, tudo isso guardei desde a minha mocidade. E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me. Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste; porque possuía muitas propriedades. Então Jesus, olhando em redor, disse aos seus discípulos: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas! E os discípulos se admiraram destas suas palavras; mas Jesus, tornando a falar, disse-lhes: Filhos, quão difícil é, para os que confiam nas riquezas, entrar no reino de Deus! É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus. E eles se admiravam ainda mais, dizendo entre si: Quem poderá, pois, salvar-se? (Marcos 10: 17-26).

 

                Os estudantes de ocultismo sinceros podem, muitas vezes, fazer a seguinte pergunta: “Mestre, o que devo fazer para me tornar perfeito?” Ao compreenderem a resposta, ficarão surpresos e poderão exclamar: “Quem poderá, pois, salvar-se?” ou “O que me pedes é um absurdo, pois já realizo muitas coisas corretas! Sei que estou apto para dar um novo passo”. Entretanto, a resposta de Cristo é precisa: mostra que ser justo é requisito para a vida superior, porém é preciso possuir algo a mais.

Nosso salvador, de fato, conhece a natureza humana no seu mais profundo aspecto e compreende toda a carência espiritual que possuímos: Vai, vende tudo quanto tens e dê aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me. Mas, o que significa vender tudo?

Você está preparado para permanecer com NADA daquilo que desenvolveu e conquistou? Não estamos falando de bens materiais, mas também de conhecimento e poder espiritual? Está preparado para vender seu intelecto e seu tempo de investigação pessoal, para atender pessoas mais ignorantes que você e que lhe parece nada acrescentar? Está preparado para sair de seu corpo físico durante a noite, para atender a miséria dos enfermos, ao invés de dar voos de alma? Consegue abandonar hábitos grotescos que nada acrescentam a purificação de seus corpos, senão para satisfazer a influência marcial pouco (ou nada) sublimada? Consegue se livrar de prisões psicológicas que outros lhe impõem e você se submete por medo ou conveniência (seja no trabalho e em relacionamentos pessoais)? Estaria disposto a iniciar um projeto diário perseverativo e repetitivo de oração e exercícios que irá contra seu lado emocional? Já sacrificou suas ações pessoais para o chamado espiritual, do mesmo modo que se sacrifica para seu trabalho material, que lhe renderá dinheiro e “segurança” física? Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. (Mateus 16 : 25)

É lei espiritual: quem possui poder, pode transformar pedras em pão e saciar a fome de todos, mas não poderá saciar sua própria fome. Este poderá salvar os outros, mas não poderá salvar a si mesmo. Se outros fatores motivam sua busca por conhecimento e desenvolvimento espiritual, sugerimos o seguinte: pare de tentar. O mundo está muito carente de verdadeiros obreiros e as forças espirituais são poderosas demais para aquele que ama com interesse. No futuro, lhe faltará à estrutura emocional, psicológica e mental para resistir às vibrações espirituais, e a decadência lhe será parceira.

Ainda hoje, devido a nossa pequenez, os ensinamentos Bíblicos (o maior livro iniciático da Terra) utilizam analogias concretas e físicas para poder falar de verdades espirituais. Foi por isso que Cristo utilizou termos relacionados à riqueza física. Mas em verdade, conforme se avança no caminho, oitavas superiores do saber começam a ser revelados. E, deste modo, enxerga-se uma verdade que está acima da aparência, e neste caso, incluem-se RIQUEZAS NÃO MATERIAIS. Em verdade, pode-se fazer muito mais com riquezas espirituais do que com recursos físicos.

Ora, está preparado para consagrar sua vida e não desfrutar daquilo que acumulou, seja físico e espiritual, para seguir o mestre? Não basta ser justo, honesto, honrar sua esposa ou esposo e não causar problemas a sociedade. Para estes, a região limítrofe do Mundo do Desejo é mais do que suficiente para fornecimento de matéria motivacional. Em verdade, estes escaparão apenas do inferno. É necessário tornar-se o cordeiro imolado, sacrificar tudo o que possui, e servir ao EU SUPERIOR para conquistar o céu.

Saiba o seguinte: se a motivação de servir o próximo permanecer apenas em seu intelecto, sendo suas ações manifestadas incongruentes com isso, você correrá o risco de se tornar um aventureiro que jamais saciará sua fome interna, e, poderá, em algum momento, ser presa de fortes ilusões fatais. Estas lhe convidará a empregar o pouco do poder que desenvolveu para alcançar resultados visíveis, rápidos e manipulativos. Como lhe faltará a estrutura espiritual para supor essa tentação, existirá grande chance de sucumbir. Essa será sua ruína. No entanto, se você estiver, desde o começo, certo de que viverá com o desejo de deixar de existir (morrer), que deverá vender tudo o que possui para seguir o Cristo interno, então estará imune a estes perigos e você se tornará um vencedor da tribulação.

                Que as rosas floresçam em vossa cruz

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar