A Necessidade da Verticalização do Masculino e do Feminino

Bíblico | 30/04/2020

Sabemos que a Fraternidade tem como base o estudo do Evangelho de São João e sabemos que, em sua iniciação ao pé da cruz, ele recebe Maria como sua Mãe e ela como seu Filho. E o que acontece depois? Quais as consequências e sinais de que João, nosso João interno, recebeu a Virgem como Mãe?

Em Lucas podemos ler que três mulheres foram ao túmulo: Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago.

E quem será Joana, senão João que se elevou e, além de naturalmente ter o corpo vital feminino (como todo homem o tem, assim como toda mulher possui corpo vital masculino), ter ele próprio, em todos os corpos (por isso três mulheres representando nossos três corpos), verticalizado a coluna feminina? Tendo, inclusive, atingido uma evolução tal que já foi descrita por Max Heindel: de que o órgão masculino, no futuro, se atrofiará.

Assim, aqueles que conseguirem verticalizar a coluna feminina e estabelecer o perfeito equilíbrio entre os polos masculino e feminino, terá o privilégio de ser uma das mulheres que, indo mais cedo ao túmulo, ou seja, à vida ainda do nascimento em carne, em corpo denso, irá ver o Cristo Vivo! E portanto, a vivenciar a Nova Jerusalém.

É claro que também está na Bílbia que elas não serão acreditadas, até mesmo pelos discípulos, mas para isso é preciso fazer como diz São Paulo quando ele nos chama a viver a Vida correndo “de tal modo que alcancem o prêmio” [I Cor 9:24].

São Paulo também nos diz, no versículo 27, que “esmurro meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado.”. Assim sendo, corramos e lutemos para purificar nossos corpos denso, vital e de desejos. Façamos todos os exercícios que nos são dados: Retrospecção, Repetição, Devoção, Observação, Discernimento e Concentração.

Como diz também São Lucas ao final de seu Evangelho: depois de reencontrar Cristo, todos estavam continuamente no Templo (nos corpos) louvando a Deus. Pois que não esperemos ver as chagas de Cristo e ter do testemunho para estarmos continuamente no Templo louvando a Deus. Que o façamos desde já! Para que assim seja Eternamente!

E que lembremos, não é de qualquer jeito que se louva ao Senhor, ainda que também não tenha fórmulas exatas, mas há Forma, que é através de exercícios: como os da Fraternidade Rosacruz, assim como lendo a Bíblia, especialmente os 4 evangelistas, e orando o Pai Nosso! E, claro, Amando e Servindo o próximo!!!

Se tratando também da verticalização da coluna feminina, é preciso se atentar à necessidade de Curar (Virgem) os padrões das paixões (Câncer, relacionado aos alimentos dos espíritos, das almas e dos corpos), Curar os 7 demônios ou 7 pecados capitais (Maria Madalena) e buscar a elevação de Escorpião (Joana) através de um Touro (Signo extremamente feminino) regenerado. Isso significa que é preciso lançar fora os cambistas do Templo, virar mesas, cadeiras, revirar a si mesmo libertando e tocando fora o que precisa ser libertado, como as pombas, e dando o devido lugar às coisas, como saber que o valor das moedas (dos bens materiais) é pequeno e baixo (moedas lançadas ao chão) perto de pombas que voam, por exemplo.

Saber o Real Valor de cada elemento: de cada símbolo, de cada signo, de cada pensamento, de cada sentimento, de cada ato, de cada palavra, de cada alimento, de cada exercício, de cada nascimento, de cada dia, de cada segundo de nossa existência, de cada pedacinho nosso, de cada escolha na vertical e na horizontal tornadas conscientes – eis o desafio.

Se nos atentarmos ao fato de que os Eixos Femininos são: Touro-Escorpião; Câncer-Capricórnio e Virgem-Peixes, veremos que são três eixos relacionados ao Cristo, pois Capricórnio (cruz) e Peixes (corpo) ele próprio carrega enquanto símbolos, já João fica com o dever de nos brindar Escorpião, e as três Marias (na cruz com Cristo e João) são justamente os Signos de Touro, Câncer e Virgem.

Maria Madalena corresponde a Touro, os pecados terrenos, da carne; Maria, mulher de Clopas, irmã de sua mãe, é justo irmã, mulher e mãe (como é vista pelos outros evangelistas – Maria, mãe de Tiago e José), correspondendo assim ao Signo de Câncer, restando, por fim, Maria de Nazaré, a Virgem, com o Signo de Virgem.

Foram também Maria Madalena e a irmã da Virgem que viram o túmulo junto de Joana, pois Touro e Câncer são os Signos que recebem a Lua, sendo a Lua irmã do próprio planeta Terra (que recebe em seu ventre o espírito de Cristo todos os anos), tornando-se testemunha todos os anos de como Cristo ressuscita realmente na época da Páscoa ao sair do nosso planeta – que um dia foi seu ventre, hoje seu túmulo! Bem como Joana também uma das testemunhas, pois é a representação do Iniciado que, já tendo se elevado, torna-se capaz de testemunhar, antes de todos, este fato: Cristo está Vivo! Ele já é e está Ressuscitado!

Ou seja, enquanto não elevarmos esses três eixos femininos, essa coluna belíssima!, não iremos ter sequer o vislumbre desta ressurreição.

É claro que Tudo depende, acima de qualquer coisa, da Divina Graça, mas é nosso Dever sermos Servos Bons e Fiéis!

Então que lavremos os campos, que semeemos onde for conveniente, que multipliquemos os frutos, que somemos as sementes, que subtraiamos os danos e que dividamos tudo o que nos for alimento. Que repartamos o Cristo e comamos, e que ao Pai, um dia, todos nós retornemos.

Que a coluna masculina em nós verticalize para que possamos verticalizar também a feminina e libertar o Cristo, finalmente!

Que as Rosas Floresçam em Vossa Cruz!

Anônimo

Copyright © 2018 Fraternidade Rosacruz - Sede Central do Brasil. Todos os Direitos Reservados.

X
%d blogueiros gostam disto: