/ Cura Saúde

Corpo São

“Num vaso sujo não pode haver água pura e saudável.”

Abordamos no ano passado alguns aspectos da Mente Pura e do Coração Nobre para a cura das enfermidades e o retorno ao estado natural de saúde. Destacamos a necessidade de nos libertarmos dos ressentimentos, dos pensamentos equivocados, das sensações ilusórias e do emocionalismo. 

É bem evidente, para quem já iniciou um Caminho Espiritual sério, que o Corpo Físico é um templo, do qual devemos cuidar com esmero, por exemplo, adotando uma alimentação adequada e cultivando o sono restaurador. Entretanto, para que a Saúde Plena se torne uma realidade, faz-se necessário manter o Corpo limpo num sentido mais amplo e profundo. No Ritual de Cura da Fraternidade Rosacruz nos deparamos com a frase: 

“Num vaso sujo não pode haver água pura e saudável.”

O que vem a ser essa água pura? Qual o sentido profundo desse estado de pureza? 

A passagem bíblica da Cura do Leproso levanta uma importante questão: o doente pede a Jesus que o purifique, sem mencionar diretamente a cura. 

Será a purificação mais importante do que a cura? Ou a purificação é o primeiro passo indispensável para a cura? 

Essa passagem torna claro que o processo  de purificação do corpo refere-se não somente à questão alimentar. Na Sabedoria do Evangelho, Carlos T. Pastorino interpreta essa parábola e nos sinaliza o que seria essa Purificação mencionada por Cristo-Jesus. Segundo o autor, a manifestação física da Lepra é consequência de um estado de Lepra MoralEspiritual. De modo geral a moléstia é a exteriorização de desarmonias internas. Outro detalhe importante é apontado: antes de solicitar a purificação o leproso teve a humildade de reconhecer sua Lepra Moral. 

As causas da Lepra Moral são as  falhas de caráter.

O apóstolo Pedro, ao reconhecer-se um Homem Errado, dá-nos o primeiro passo decisivo para a Purificação: a humildade como pré-requisito para reconhecer e aceitar as falhas de caráter

O Reto Viver constitui uma sábia escolha diária e pavimenta a estrada rumo à perfeição. Entretanto, hábitos nocivos, responsáveis por estados de desarmonia, permanecem impregnados na nossa forma de viver. Esses hábitos são determinados, essencialmente, por desejos impuros, os quais constituem verdadeiros obstáculos para que possamos colaborar com o Plano Divino, o único que pode nos Salvar. 

A Fraternidade Rosacruz recomenda o exercício noturno de Retrospecção, que quando bem feito é de enorme auxílio no processo de evolução espiritual. Ao nos deitarmos para dormir, com o corpo totalmente relaxado, revisamos de trás para frente os acontecimentos do dia vivido, expondo-os ao julgamento perante o foro íntimo, sede da Luz da Consciência. Essa prática, relativamente simples, tem um impacto direto na lapidação do caráter. 

O bom caráter determina um bom destino 

gera saúde física, mental e emocional.

O Exercício de Concentração matinal, também recomendado por Max Heindel, tem crucial importância na manutenção da Água Pura e Saudável. 

Por um breve momento, ao acordar, mantemo-nos cem por cento conectados em alguma imagem, frase ou palavra, que nos remete a Deus. Progressivamente passamos a trocar o estado ansioso, que permeia a maior parte das enfermidades do mundo moderno, por um estado mais contemplativo e entramos em sintonia com o Criador.

Por graça, talvez já tenhamos presenciado, no íntimo, as manifestações do Amor Divino e pudemos sentir a Sua Presença. É como estar imerso num oceano de paz e harmonia!

 A questão é a manutenção da sintonia com essa Miraculosa Força e do constante estado de abertura, para que ela nos guie e nos propicie a possibilidade de colaboração com o Plano Divino.

Orai e Vigiai sempre, para não caíres em tentação.

Caímos em tentação, e nos desviamos do caminho espiritual, quando a mente vacilante propicia um terreno fértil para os tormentos da Alma. A prática da oração sincera, o encontro com o Pai no nosso íntimo, no secreto, possibilita que conquistemos um estado seguro e atento de Alma Vigilante. Essa Alma, em estado de prontidão, tem olhos de ver e ouvidos de ouvir e assim realizar a vontade do Pai. 

A Alma Vigilante está apta a ouvir a voz do Mestre, o Cristo Interno, e a vivenciar o sublime encontro com Ele, no seu interior do coração. A passagem bíblica que melhor evidencia esse encontro é a da Samaritana (João, 4:4-26). Ao retirar água do fundo do poço, do fundo do seu coração, a Samaritana encontra o Cristo, dentro de si. (Sabedoria do Evangelho, Carlos T. Pastorino vol II).

A Samaritana é a  Alma Vigilante.

O Amor que se expande da Alma Vigilante não tem medida.

Quem beber da água que eu lhe der não mais terá sede no futuro, 

mas a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água viva.

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X