O Signo de Câncer

Astrologia | 02/07/2019

Câncer está relacionado à base passiva da alma e nos ensina a  “ver do avesso”, com os olhos da alma, favorece a faculdade de intuitiva de decodificar os elementos da realidade a partir da interioridade. A empatia é presente pois o canceriano pode alcançar a profundeza da alma do outro.

“ É mais proveitoso aprimorar a forma de ver o mundo do que buscar novas paisagens” – Marcel Proust

Na alma são digeridas nossas vivências e os carmas, nela são plasmados nossos vícios e nossas virtudes (Vide Seminário: Vícios e Virtudes da Alma).  Quando o signo de Câncer recebe planetas afligidos ocorrem vacilações mentais que denunciam um estado de fraqueza anímica e também preguiça, a auto – indulgência e indiferença que já denunciam uma alma anêmica e corroída. Por outro lado quando harmonia entre os planetas ali presentes prospera a mente madura, sóbria e alerta que mantém equilíbrio calcado em valores espirituais.

No solo da alma germina o caráter, e a partir do caráter o destino é traçado. Alma, destino e liberdade estão intimamente relacionados e por mais paradoxal que possa parecer, a verdadeira liberdade é alcançada quando vivemos nosso destino. É a mente que torna o homem livre ou escravo.

No exercício de retrospecção ensinado por Max Heindel no livro “ Conceito Rosacruz do Cosmos”, aprendemos a fortalecer nossa alma, gravando , à noite, o que de mais importante nos acontece durante o dia em termos de vícios e virtudes. Se a alma está íntegra e desobstruída o plano espiritual pode agir em nós.

Em Áries aprendemos a viver, em Touro a cultivar, em Gêmeos a semear e em Câncer a regar nossa alma, para que no próximo signo Leão, os poderes anímicos e os embriões arquetípicos possam florescer.

Câncer é regido pela Lua, um planeta astro-errante, relacionado tanto à mente quanto à alma, portanto acessa o mundo encantado. Assim como os piscianos, os cancerianos têm natureza mística e não costumam apreciar o mundo real. São muito susceptíveis e subjetivos, adorando imagens de sua vida interior.

Extremamente impressionáveis e sentimentais dedicam-se intensamente às coisas em que acreditam. Gostam de ficar recolhidos nos recintos mais íntimos da alma. Sentem-se em casa dentro de sua mente e de seu coração. Gêmeos, o signo que o precede, relaciona-se ao pensar, Câncer relaciona-se ao sentir. O desafio é a união da razão com o coração (vide: Sou mais razão ou mais coração?)

As emoções do cancerianos costumam ser muito marcantes, tanto de prazer quanto de dor. Uma das feridas de Câncer é a ânsia pelo paraíso perdido, que precede a queda adâmica, por isso todo canceriano quer transformar sua casa num paraíso.

Em geral os cancerianos têm muita dificuldade de perdoar, o que acaba gerando ressentimentos. Os antídotos nesse caso consistem em gratidão, sobriedade e atitude. Para curar essas feridas é necessário conhecer os três signos de água do tema natal e trabalhar a alma conscientemente, com fluidez e transformações, para que o adoecimento não aconteça.

O mundo tecnológico mata a criança em nós, mas os cancerianos costumam manter viva a sua criança interior, o que é de extrema importância para ser um adulto saudável. Todos os que sufocaram sua criança interior têm a alma doente.

De inclinações maternais e domésticas, a  plena satisfação do canceriano consiste em deixar os outros felizes e bem acolhidos. O princípio feminino, presente em Câncer, na sua potencia máxima é o da Graça.

O poder da Graça consiste em dar ao outro muito mais do que ele merece.

O signo de Câncer é o da gloriosa “mãe do mundo”, Maria, protetora de todas as criaturas e de todos os reinos da natureza.

Livros recomendados : “ O Simbolismo do Corpo Humano e “O feminino do Ser”, ambos da Annick de Souzanelle.

0 respostas em "O Signo de Câncer"

Deixe sua mensagem

Copyright © 2018 Fraternidade Rosacruz - Sede Central do Brasil. Todos os Direitos Reservados.

X