O Signo de Leão

Astrologia | 21/07/2019

Leão rege o coração, onde residem a vontade e o amor.  O sol, regente de leão, é o arquétipo vivo do sacrifício. O poder do amor deve ser direcionado nesse período para Deus, para o próximo e para servir ao mundo. Aproveitemos essa fase para o exercício do perdão, lembrando que o fator limitante para que isso aconteça é o orgulho leonino. O princípio masculino solar é constituído de poder, vontade e autoridade. 

Leão é um signo do elemento fogo, o qual tem a propriedade de isolar para destacar e elevar: ele gosta de reinar por si mesmo, anseia com ardor por manifestar-se e arde, esquentando o ambiente e incentivando os outros. Intensifica, exaspera e encandece tudo o que toca. É incapaz de aceitar qualquer forma de estagnação, desânimo, parasitismo ou derrotismo.

Busca admiração e reconhecimento e por ser demasiadamente apaixonado não costuma ser monogâmico. Tem atração pelo luxo e tendência à megalomania, soberba, coação, desconsideração, reatividade e até crueldade. Suas qualidades positivas são a coragem, a ousadia, o entusiasmo, a nobreza e  as capacidades de  liderar, decidir e de expulsar as trevas, quando iluminado pela consciência. Entretanto, produz muita fricção, excitação e consome energia em excesso.

A Tarefa de leão é: colocar o coração na consciência e a consciência no coração. O fogo da consciência purifica o caráter e calibra os valores morais. Um filme que fala sobre o elemento fogo e o eixo leão-aquário (tirania-liberdade) é  “V de Vingança ”.

Leão e escorpião fazem quadratura natural entre si, o que induz à entrega desenfreada dos desejos e torna os indivíduos escravos das paixões. Leão precisa afirmar a si mesmo e escorpião quer transformar matéria em espírito. Essa quadratura promove, portanto, um atrito entre essência e aparência e nos indica que só é capaz de amar quem é capaz de morrer (alterar seu estado de ser). A personalidade deve desvanecer em favor do espírito, sacrificando-se e dando lugar ao nascimento do que é novo, como faz a Fênix.

Leão encarna os dons artísticos, e a construção do si mesmo como ser solar, relacionados também à casa 5 do mapa astrológico. Sendo o rei da autocriação , deve aprender a governar a si mesmo (e não aos outros) e ter sempre em mente a distribuição da vida em abundância para o mundo (e não apenas para seu ego). O trono legítimo é a autoridade que promove a vida. Leão deve ser rei e sacerdote ao mesmo tempo, com espírito de sacrifício. Amar sem sufocar, iluminar sem ofuscar e glorificar a criação com luz sem vangloriar-se. Leão precisa concentrar (evitar a dissipação de energia) para irradiar e brilhar . 

Por uma estudante

21/07/2019

0 respostas em "O Signo de Leão"

Deixe sua mensagem

Copyright © 2018 Fraternidade Rosacruz - Sede Central do Brasil. Todos os Direitos Reservados.

X