O SIGNO DE LIBRA – 2020

Astrologia | 23/09/2020

Libra é o signo do Amor.

Governado por Vênus, corresponde à casa zodiacal onde se inicia a subida para a parte superior do nosso tema natal. A partir desse ponto, o ser humano sai da horizontalidade, verticaliza-se em direção a Deus e ganha a possibilidade de libertação do ciclo encarnatório. Isso se dá quando Vênus adquire um caráter Espiritual.

Em Virgem se dá a celebração da Vida, em Libra temos a celebração do Amor. No limiar entre Virgem (casa 6) e Libra (Casa 7),os planetas Mercúrio (razão) e Vênus (amor) se encontram, evidenciando que o Amor acontece no Coração Inteligente.

A dúvida, uma característica preponderante, é o motor desse signo. Cabe ao Libriano observar a realidade a fundo, sob diversos ângulos. Deve questionar a realidade que o cerca para gerar movimento nos pratos da Balança.

Libra oferece perspectivas e abertura para visões do mundo envolvendo diferentes valores éticos e estéticos.

Três grandes pensadores librianos: Nietzsche, Heidegger e Foucault, recomendam a desfamiliarização com as coisas para aprender a pensar, libertando-se das algemas dos condicionamentos. Nesse sentido, são válidos confrontos e paradoxos, bem como a geração de antíteses. Librianos são hábeis em examinar prós e contras e costumam apresentar argumentações refinadas.

Um dos maiores desafios de Libra, onde o planeta Saturno se exalta e o Sol encontra-se em queda, é desenvolver um Sol Interno. O libriano deve transformar-se em portador da Luz, lembrando que: Ser é Amar e Amar é Ser.

A principal lição desse signo é o autoconhecimento. A pergunta chave que cabe a Libra, frente aos acontecimentos da vida, é: o que devo aprender com essa situação. Lembrando sempre que a Lei da ação e reação opera com mecanismos visíveis e invisíveis para compensar a ação humana.

Marte, regente de Áries, é o planeta relacionado ao egoísmo, ao ódio e à competição. Vênus é o planeta da consideração, da cordialidade e do Amor.

Áries, oposto a Libra, é o signo da ação, das decisões precipitadas e egoicas. Libra, por outro lado, é o signo da reação e das decisões ponderadas, que levam sempre em consideração as necessidades de todos os que estão envolvidos nos acontecimentos. O equilíbrio (ativo-contemplativo) entre esses dois signos desenvolve a capacidade de saber falar e de saber ouvir, o néctar para bem realizar as tarefas encarnatórias.

Lázaro sai da tumba em razão do forte impulso amoroso dirigido por Cristo. O impulso amoroso está diretamente relacionado com a Vontade de estar Vivo. O signo de Libra convida o ser humano a sair de si e a ir em direção ao outro;

Para quem desenvolveu a importante qualidade do discernimento em Virgem, este pode se tornar refinado quando se adiciona, em Libra, a consideração para com o outro, bem como para com suas perspectivas ou formas de ver o mundo.

Em Libra aprendemos a Arte dos Relacionamentos, com o dinamismo que eles guardam, sempre na busca da conquista e manutenção do equilíbrio e com responsabilidade mútua. Toda relação legítima é um verdadeiro casamento.

Devemos ter sempre em mente que nos encontros com os outros encontramos a nós mesmos. O Amor de Cristo equilibra as polaridades e nos liberta do intelecto dualista.

 

Quem sabe estar só, desfruta a comunhão amorosa consigo mesmo e tem a possibilidade de realizar o Casamento Místico dentro de si.

Presidido pelo Cristo Interno, o Casamento Místico também acontece pelo encontro das almas que, unidas, se encaminham para Deus. Esse casamento eleva as almas até Escorpião.

Encontrar o Amor na Vida é também encontrar Vida no Amor. Quem ama deseja intensamente viver e ama a liberdade do outro.

Filmes recomendados:

Cenas de um Casamento (I. Bergman)

No Portal da Eternidade (Julian Schnabel)

 

.

 

Copyright © 2018 Fraternidade Rosacruz - Sede Central do Brasil. Todos os Direitos Reservados.

X
%d blogueiros gostam disto: