O Signo de Touro – 2020

Astrologia | 19/04/2020

Enquanto Áries, que precede Touro, é o portal da individuação da centelha divina e tem como tarefa o aprendizado da auto-realização, Touro é a corporificação do ideal de  Beleza e tem a missão de estabilizar-se enquanto valor formal, evidenciando a arte do universo e o poder vibracional da força-verbo.

Como signo fixo do elemento terra, Touro está ligado à saúde do nosso planeta. Atentemo-nos portanto, nesse crítico momento de pandemia, às lições e tarefas relacionadas a esse signo.

As forças ligadas a Touro são as invisíveis, ligadas aos campos da matéria (polo negativo do absoluto, receptivo e maleável), e as conservadoras, que visam preservar ao máximo a vida na Terra.

Touro tenta sempre realizar a mínima mudança possível, a fim de preservar o que já existe.

Ligado à saúde robusta, guarda o poder fixador da raiz, que garante que a árvore sobreviva às tormentas.

O poder da Beleza, ligado a Touro, é o ponto de partida para a recordação ou a contemplação da perfeição. Há algo na Beleza que comunica o olho com o coração. O Belo e o Bem formam uma unidade em Deus. O Belo é o próprio Bem.

Segundo Plotino, o Bem que existe no seio da unidade de Deus confere Beleza a todas as coisas. 

E segundo o filósofo Hegel: o Belo é a aparição sensível da Verdade.

Touro nos ensina a contemplação da Vida e da beleza íntima das coisas e da natureza. Para esse signo a vida só faz sentido com prazer e com Beleza. A boa música lhe serve como alimento e auxilia na estruturação do corpo e do Espírito.

Vênus, seu planeta regente, é a bela tecelã e a Lua, planeta que se exalta nesse signo, funciona como uma antena, capaz de captar a essência de tudo. Assim sendo, Touro tem a capacidade de entrar em sintonia com a criação.

Os signos fixos estão ligados às fases do amor. Touro representa o amor possessivo, Leão, o amor narcísico, Escorpião, o amor em crise e Aquário, o Amor de Cristo, que nos une.

Os desafios de Touro, portanto, são a cobiça, a posse e o apego (medo de perder o que possui, sejam pessoas, idéias ou coisas).

O eixo Touro-escorpião representa uma corrente erótica de alta intensidade, ligada à inveja, à disputa e ao ódio, evidenciando os perigos do materialismo, que nos assola no mundo moderno: a felicidade medida pelo poder aquisitivo e a acumulação de riquezas, que leva à excludência.

Rousseau (século XVIII) e Marx (século XIX) diagnosticaram a condenação do homem à escravidão de si mesmo e de seus semelhantes e o que vemos hoje em dia é uma eterna insatisfação, angústia e rebeldia.

Touro, entretanto, procura sempre esquecer que a vida é trágica, sendo sujeito ao auto-engano e à ilusão das aparências.

Com a entrada do planeta Urano no signo de Touro, no início de 2019, observamos deflagração de um processo de transmutação da nossa forma de interação com a matéria e com o dinheiro.

Evidenciar-se-á, cada vez mais, a falta de um porto seguro, colapsos e rupturas no mundo exterior e as coisas que valorizamos, da noite para o dia, não valerão mais nada.

O trabalho agora, que se faz necessário, é interior e com altíssimo grau de discernimento!

Ficará claro que o único caminho inesgotável é o Espiritual, porque Deus é infinito.

Lembremos, portanto, a frase do Cristo que nos trouxe a Lei do Amor, a única capaz de nos salvar: “Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida”.

Copyright © 2018 Fraternidade Rosacruz - Sede Central do Brasil. Todos os Direitos Reservados.

X
%d blogueiros gostam disto: