SABEDORIA

Cristianismo Rosacruz, Filosofia | 16/09/2020

Existe diferença entre conhecimento e sabedoria? Onde podemos encontrá-la? Será que o conhecimento e a sabedoria podem ser conquistados ou apenas recebidos?

 

Embora essas questões sejam profundas, é importante destacar que a própria abrangência dos significados atribuídos ao termo sabedoria motivou a vida de diferentes pessoas e suas buscas pela Verdade, mantendo íntima relação com a filosofia, que significa literalmente “amor pela sabedoria”.

 

“Conforme a tradição, o criador do termo “filo-sofia” foi Pitágoras, o que, embora não sendo historicamente seguro, é no entanto verossímil. O termo certamente foi cunhado por um espírito religioso, que pressupunha ser possível só aos deuses uma “sofia” (“sabedoria”), ou seja, a posse certa e total do verdadeiro, enquanto reservava ao homem apenas uma tendência à sofia, uma contínua aproximação do verdadeiro, um amor ao saber nunca totalmente saciado – de onde, justamente, o nome “filo-sofia”, ou seja, “amor pela sabedoria”. 

História da Filosofia, vol.I, p.11, Giovanni Reale e Dario Antiseri

 

Na Astrologia, sabedoria é uma das palavras-chave de Sagitário, Hierarquia que foi belamente representada pelo pintor holandês Johfra, compondo uma riqueza de símbolos que pode nos despertar alguns insights.

 

No Antigo Testamento, Salomão nos evoca à aspiração do conhecimento de Deus e, no início de um de seus provérbios, nos diz que Ele nos dá a sabedoria.

 

“Filho meu, se aceitares as minhas palavras, e esconderes contigo os meus mandamentos,

Para fazeres o teu ouvido atento à sabedoria; e inclinares o teu coração ao entendimento;

Se clamares por conhecimento, e por inteligência alçares a tua voz,

Se como a prata a buscares e como a tesouros escondidos a procurares,

Então entenderás o temor do Senhor, e acharás o conhecimento de Deus.

Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento.”

Provérbios 2:1-6

 

Tal perspectiva vem ao encontro do nosso Ritual de Serviço do Templo, que diz que “se procurarmos a Luz, encontrá-la-emos na Bíblia” e abre caminho para o esclarecimento de Max Heindel no livro Ensinamentos de um Iniciado, o qual coloca a sabedoria como possível somente após a fusão entre conhecimento e amor:

 

“Mesmo o mais profundo conhecimento sobre assuntos religiosos ou ocultos não é sabedoria, como nos ensina São Paulo no seu magnífico 13º Capítulo da Primeira Epístola São Paulo aos Coríntios: “Ainda que eu tenha o dom da profecia e conheça todos os mistérios e toda a ciência, se não tiver amor, nada serei”. Somente quando o conhecimento se mesclar com o Amor poderá realmente se converter em Sabedoria. AMOR-SABEDORIA é a expressão do princípio Crístico, o segundo aspecto da Divindade Trina.”

(Ensinamentos de um Iniciado, 2ª edição, p. 41)

 

Neste sentido, finalizamos fazendo menção à mensagem de amor que Cristo trouxe ao mundo e sugerindo o estudo da Carta aos Estudantes 51 – Amor, Sabedoria e Conhecimento (http://www.christianrosenkreuz.org/ce51.htm).

 

“Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.”

(Marcos 12:30,31)

 

QUE AS ROSAS FLORESÇAM EM VOSSA CRUZ!

 

Copyright © 2018 Fraternidade Rosacruz - Sede Central do Brasil. Todos os Direitos Reservados.

X
%d blogueiros gostam disto: